Mundial 2014: Alemanha tetracampeão do Mundo

Alemanha_mundialUm golo do suplente Mario Götze, aos 113 minutos, permitiu hoje à Alemanha vencer a Argentina por 1-0, após prolongamento, e conquistar o seu quarto título mundial, na final da edição de 2014.

No Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, e depois de 90 minutos sem golos, o tempo extra decidiu pela segunda vez consecutiva, com os germânicos, que sucedem à Espanha, a repetirem os sucessos de 1954, 1974 e 1990.

A “Mannschaft” igualou os quatro sucessos da Itália, ficando a apenas um do pentacampeão Brasil, que se ficou pelo quarto lugar, depois de perder sábado por 1-0 com a Holanda.

O argentino Lionel Messi foi hoje eleito o melhor jogador do Mundial2014 de futebol, apesar de ter perdido a final para a Alemanha, que ganhou por 1-0, após prolongamento, no Estádio Maracaña, no Rio de Janeiro.

O jogador do FC Barcelona recebeu, assim, a “Bola de Ouro”, sucedendo ao uruguaio Diego Forlan, eleito o melhor jogador da edição de 2006.

O segundo melhor jogador (“Bola de Prata”) foi o alemão Thomas Müller e o terceiro (“Bola de Bronze”) foi o holandês Arjen Robben, que conduziu a sua seleção ao “bronze”, depois do triunfo de sábado por 3-0 face ao Brasil.

Por seu lado, o alemão Manuel Neuer, que só sofreu quatro golos durante a competição, foi eleito o melhor guarda-redes do Mundial2014, recebendo a “Luva de Ouro”.

O melhor marcador foi o colombiano James Rodriguez, que terminou com seis golos.

Mais de 30 pessoas foram detidas e pelo menos 20 ficaram feridas em incidentes protagonizados em Buenos Aires por adeptos da seleção argentina depois da final do Mundial de futebol, informou hoje a imprensa local.

Segundo as autoridades, 15 dos 20 feridos são polícias.

Apesar da derrota perante a Alemanha, milhares de adeptos concentraram-se no emblemático Obelisco da capital argentina para festejar o segundo lugar no campeonato do mundo, mas o que começou como uma celebração pacífica terminou com confrontos entre a polícia e uma minoria de radicais.

Canhões de água e gás lacrimogéneo foram usados pela polícia para dispersar os populares, segundo a imprensa da Argentina citada pela Efe.

Fonte: Lusa

Você também pode gostar ...

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1