Torres Vedras financia 16 projetos no âmbito do Orçamento Participativo

O município de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, vai financiar 16 projetos no concelho propostos e selecionados através do voto pelos cidadãos, no âmbito do Orçamento Participativo deste ano, foi anunciado em conferência de imprensa.

Dos 45 projetos postos a votação, foram selecionados 16, os que reuniram maior número de votos a nível concelhio ou por freguesia.

Os mais votados foram os melhoramentos na Associação da Colaria (10.200 euros), na freguesia da Freiria, o sombreamento do parque infantil do Centro Educativo (11.414 euros), na Ponte do Rol, a reparação e pintura exterior da Associação de Socorros (11.500), no Ramalhal, e o projeto Escuta- Desenvolvimento do capital humano dos atletas do Torreense (11.475 euros), na freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães.

O projeto mais votado para São Pedro da Cadeira foi a adaptação de uma ambulância com plataforma elevatória para utentes com mobilidade reduzida (11.494 euros), para a Silveira obras de melhoramento na igreja (11.377 euros), para o Turcifal a requalificação do estacionamento junto a um restaurante no Carvalhal (11.500) e para A-dos-Cunhados/Maceira a construção de um parque infantil na Maceira (10.307 euros).

Na freguesia de Campelos/Outeiro da Cabeça ganhou o projeto destinado a criar um espaço coberto de recreio na escola primária e jardim de infância de Campelos (10.131 euros), na Carvoeira/Carmões foi a aquisição de uma viatura usada para transporte de doentes da Associação de Socorros da Carvoeira (11.500), em Dois Portos e Runa a aquisição de instrumentos musicais para a Banda Filarmónica da Ribaldeira (10.715 euros), no Maxila e Monte Redondo a instalação de uma plataforma elevatória num veículo para transporte de utentes do Monte Redondo (11.500) e, na Ventosa, a substituição do telhado da Associação do Bonabal (11.500 euros).

Nesta quarta edição do Orçamento Participativo, pela primeira vez, o município alterou o regulamento para permitir a existência de um projeto por freguesia, uma alteração “importante para a coesão territorial”, considerou hoje o presidente da autarquia, Carlos Bernardes.

A nível concelhio, a câmara municipal vai financiar com 48.300 euros a aquisição de um autocarro para as freguesias da Ponte do Rol, Silveira, São Pedro da Cadeira e A-dos-Cunhados, e com igual montante um outro autocarro para a população idosa das freguesias de Dois Portos/Runa, Carvoeira/Carmões e Santa Maria/São Pedro e Matacães.

A câmara vai também apoiar, com 49.930 euros, um projeto de limpeza das praias no litoral do concelho.

Os projetos por freguesia não podem exceder os 11.500 euros, enquanto os restantes podem chegar aos 50 mil euros de financiamento.

Neste Orçamento Participativo, com um montante de 300 mil euros, votaram 23.880 cidadãos, quando, na primeira edição, em 2015, tinham sido 2.965.

Este ano, foram apresentadas 142 propostas, mas só 47 chegaram à fase de votação, que decorreu durante o mês de setembro.

Em relação às anteriores edições, adiantou o autarca, a taxa de execução dos projetos é de 95%.

Para 2020, o Orçamento Participativo vai subir para 350 mil euros e vai ainda existir o Orçamento Municipal Jovem, com uma verba de 20 mil euros.

FCC // MLS

Lusa

Você também pode gostar ...

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1